O importante papel da Probasto

Maria José Santos

Maria José Santos, Coordenadora

Maria José Santos, a coordenadora da Probasto, evidenciou o trabalho notório que a organização tem feito em prol da promoção das Terras de Basto.

 

As Terras de Basto estão divididas por dois distritos, localizados numa zona de transição entre o Litoral Norte e o Interior de Trás-os-Montes. Contudo, os concelhos que as constituem (Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Mondim de Basto e Ribeira de Pena) representam uma zona contínua e homogénea centrada sobre o Rio Tâmega considerado, por si só, um elemento tradicionalmente aglutinador. Aliás, a água é um elemento sempre presente em Basto, quer pela sua qualidade e importância nas atividades rurais tradicionais, desde os vinhedos aos lameiros, quer pela beleza que confere à paisagem. As paisagens de Terras de Basto encontram-se dispostas em anfiteatro sobre o Tâmega e limitadas por um conjunto de formação montanhosa, o que em termos físicos, lhe confere uma grande coesão interna.

Historial da Probasto

Desde 1991, ano da constituição da Probasto, que esta entidade vem desenvolvendo atividades no território com vista ao apoio e implementação de projetos que promovem o desenvolvimento rural.

Para além da gestão dos Programas Leader I, Leader II, Leader +, sub-programa 3 do PRODER, e mais recentemente, o DLBC, o SI2E e o + CO3SO, a Probasto tem participado, simultaneamente, na implementação de vários projetos de cooperação, quer interterritorial, quer transnacional, nomeadamente:

 

  • Projeto Aldeias de Tradição e Aldeias de Portugal;
  • Sementes de Futuro;
  • 7 Maravilhas da Gastronomia;
  • EQUAL “Parques com Vida”;
  • Carta Europeia do Turismo Sustentável (CETS Alvão);
  • Rota do Românico;
  • Marca NATURAL.PT;
  • MINHO IN;
  • Rural Experimenta;

 

Simultaneamente, a Probasto tem marcado presença em vários certames, designadamente, feiras de turismo, artesanato e outras temáticas, sempre em representação do território. Os vinhos, o mel, os doces, o desporto natureza, o turismo rural, o artesanato e o próprio território constituem um cabaz global, cuja imagem a Probasto já consolidou e procura divulgar e contagiar, sobretudo em espaço supra regional.

Com uma experiência de trinta anos em matéria de gestão de instrumentos de política de desenvolvimento local, a Probasto já aprovou mais de um milhar de projetos que significaram um investimento nas Terras de Basto de 28 milhões de euros, divididos em investimento público e privado e consubstanciados em riqueza para o território, para as empresas e melhoria da qualidade de vida das pessoas.

Ao nível da parceria (GAL PROBASTO), a mesma é composta por 26 entidades, sendo de destacar a sua diversidade e representatividade ao nível dos vários sectores de atividade existentes no território, aspetos que foram evoluindo ao longo da implementação dos vários Programas.

 

Promoção de workshops

A Probasto promoveu recentemente nos quatro concelhos um ciclo de workshops temáticos, inseridos numa estratégia de valorização e posicionamento da Região no contexto do Turismo de Natureza com destaque para o walking &cycling.

Foram abordadas questões de estruturação, diferenciação e posicionamento do destino Basto e seus produtos turísticos, através do conhecimento e apresentação de um caso real desenvolvido no território da Peneda-Gerês, enquanto destino e produto walk friendly.

Entre outros objetivos pretendeu-se incentivar à cooperação das empresas que atuam na economia do turismo em Basto, visando melhorar a sua competitividade assim como a competitividade do destino turístico Basto.

De salientar a oportunidade dos empresários se conhecerem, trocarem perspetivas, expetativas, e desfrutarem de um espaço de encontro, motivação e inspiração renovadas para o desenvolvimento das suas atividades profissionais, numa lógica de mitigação de pontos fracos e otimização de pontos fortes.

 

Perspetivas para o futuro

O futuro da PROBASTO passa por consolidar e afirmar o território rural através do desenvolvimento de projetos que tragam desenvolvimento e contribuam para mitigar os efeitos da interioridade que nos carateriza. Temos consciência do impacto que a conjuntura nacional e internacional tem em territórios como Basto, mas também se reconhecem as oportunidades que podem surgir em contextos desfavoráveis. O território é distinto, as pessoas são o cerne e as entidades, em conjunto, são detentores de experiência e muita vontade de prosperidade. No momento, a Probasto posiciona-se já para continuar a ser a entidade gestora de um envelope financeiro que Bruxelas disponibilizará no próximo Quadro Comunitário.

You may also like...