Um homem e um líder movido pela paixão e ousadia

José Ferreira Pinto, Presidente

Um homem com paixão pela vida, um empresário dinâmico e ousado, um líder carismático com grande visão. José Ferreira Pinto cedo se tornou protagonista da sua própria história, com os pés assentes no chão, mas com os olhos nas estrelas. Não havia limite para os seus sonhos. Pensando fora da caixa, vendo em cada obstáculo uma oportunidade, José Ferreira Pinto conseguiu criar um grupo empresarial que, hoje, é uma referência à escala europeia. Prestes a completar 80 anos de vida, partilha, em entrevista, momentos e histórias, sonhos e concretizações de uma vida que teve sempre como grande pilar a família.

 

80 anos de vida

José Ferreira Pinto comemora 80 anos no próximo dia 13 de novembro. São oito décadas de uma vida cheia de histórias, memórias e vivências, que serão homenageadas com um jantar especial para 500 convidados, nos salões da Real Companhia Velha e que terá como protagonista na animação o humorista Herman José. No evento, será ainda lançado o segundo livro do aniversariante, com o título “Ferreira Pinto também é José. Um líder (também) é pessoa.”

 

Sonhos e ambições: uma constante da vida

José Ferreira Pinto nasceu num meio pequeno, no seio de uma família humilde, mas que lhe passou os princípios da seriedade, honestidade e ousadia que ainda hoje norteiam a sua vida.

O trabalho sempre foi um valor inquestionável desde que se conhece como gente, por isso quando terminou a 4ª classe, a sua prioridade era encontrar um trabalho para poder ser alguém. Contudo, aos 12 anos percebeu que precisava de aprender um ofício e conseguiu que o acolhessem como aprendiz numa carpintaria. O espírito de trabalho e a vontade de vencer rapidamente o colocaram como responsável da oficina, onde esteve até aos 19 anos.

A sua visão do mundo era muito circunscrita ao que os seus olhos conheciam, mas à ida para a tropa ajudou-o a alargar horizontes, a conhecer pessoas de várias proveniências e com diferentes percursos de vida. A experiência militar deu-lhe perspetiva e aumentou-lhe a cultura.

Terminado o serviço militar, havia que recomeçar, mas carpintaria não era o caminho que se via a fazer para prosperar, por isso procurou trabalho em São João da Madeira, polo industrial emergente, integrando a Empresa Industrial de Chapelaria, que produzia solas para o calçado.

Sentindo-se realizado num casamento determinante na sua construção enquanto homem e na conquista da sua liberdade, orientado para a responsabilidade de garantir o bem-estar do seu núcleo familiar, José Ferreira Pinto assume a vida profissional com proatividade e dinamismo, que o torna um ativo importante e diferenciador, que acrescentava valor em tudo o que fazia.

A dada altura, toma conhecimento que um dos administradores da empresa abrira um armazém comercial e com a ousadia que o caracteriza, procurou-o com a proposta para que o contratasse como vendedor para o armazém recém-inaugurado. Num primeiro momento a sua proposta foi recusada, mas passado pouco tempo foi contratado e, durante dez anos, ajudou a trilhar o caminho de crescimento da empresa.

 

José Ferreira Pinto no início do percurso profissional

 

Cada vez mais conhecedor do mercado do calçado e desenvolvendo competências através da sua impetuosidade e vontade de saber mais, José Ferreira Pinto sentia que ali não tinha margem de progressão, por isso decidiu sair. A indemnização que lhe cabia acabou por ser o impulso para se estabelecer por conta própria com uma empresa de comercialização de componentes. A empresa foi crescendo e, volvidos cinco anos, foi convidado pelo seu antigo empregador para uma sociedade, como lhe reconhecia capacidades e características distintivas, aceitou com o desiderato de reforçar o potencial de negócio para todos. Esta nova empresa desenvolveu-se bastante na comercialização de solas, no final da década de 1970. Até que a vida e a inquietude natural do homem empresário o incentivaram a seguir novos sonhos e novas conquistas. O projeto começou com a For Ever, uma marca que hoje é responsável pela produção de solas para algumas das principais marcas de calçado do mundo.

 

Marcelo Rebelo de Sousa visita o Pony Club do Porto

 

Criar oportunidades, ultrapassar adversidades

Para além do empreendedorismo, José Ferreira Pinto teve arrojo, ousadia, visão, mas também paixão, colocando o coração em tudo o que fazia em prol da sua família. Um ingrediente que considera essencial para o sucesso e para a conquista contínua de novos patamares. Sempre teve um desejo de construir, sempre estabeleceu metas e ambições e a sua grande referência era Belmiro de Azevedo.

 

José Ferreira pinto e a Esposa em visita ao Papa Francisco

Não tendo formação académica, inspirou-se na sua ousadia empresarial para traçar um caminho de sucesso.

Ao mesmo tempo que comprou uma casa grandiosa, na Foz do Douro, no Porto, que se tornou o seu lar e o da sua família, começou a criar uma fábrica, na freguesia de Pedroso, em Vila Nova de Gaia. Sempre sobre o fio da navalha, na década de 80, investiu muito. Não tinha capital para erguer a Procalçado, mas a verdade é que o fez. Comprou pavilhões, depressa construiu novos e, hoje, são 15 os pavilhões que constituem esta grandiosa empresa. Precisava de espaço para albergar as máquinas que audaz ia buscar a Itália. Era imprescindível trazer o progresso para dentro de portas, para impulsionar o crescimento e desenvolvimento.

Itália era um centro de inspiração para José Ferreira Pinto, onde começou a ganhar contactos e conhecimentos, uma vez que era e ainda é uma referência no sector do calçado.

A vida e a liderança têm êxitos e fracassos. José Ferreira Pinto ousado, alicerçado no crédito comprou sem plano. Tal desgoverno conduziu-o a uma dívida enorme. Em 1989, o risco de falir era real, a probabilidade era intimidante. Mas nunca baixou os braços, fez a única coisa que uma pessoa com as suas características pode fazer, buscou uma solução e agiu. Procurou ajuda, estabeleceu contactos, preconizou negociações. Até que encontrou um jovem economista, ainda hoje seu consultor, que construiu um plano para que pudesse virar a página. Era necessário recentrar a sua ação e reorientar os objetivos, impunham-se mudanças e o empresário não hesitou. Vendeu a sua casa na Foz do Douro, fazendo o melhor negócio da sua vida, conseguiu vender por 1 milhão e 250 mil euros a casa que tinha comprado há 12 anos, por sessenta dois mil e quinhentos euros.

 

Sola da marca Forever

 

A instauração de metas graduais aliada à perseverança para as atingir conduziu-o à conquista de confiança perante a banca, que entendeu que estava perante um caso de desfasamento temporal e não de irresponsabilidade. Neste período, José Ferreira Pinto confirmou a lealdade da sua equipa, nunca perdendo a confiança dos que os rodeavam.

Moinho a transformar borracha

Ultrapassou adversidades para salvar o projeto, a equipa, a empresa. Mesmo quando as coisas se tornaram mais exigentes, manteve-se forte e confiante, porque a sorte protege os audazes.

Num espaço de nove meses conseguiu dar a volta e prosseguir no trilho do crescimento. É com orgulho que fala desta proeza empresarial que chegou a constituir caso de estudo para um estudante de doutoramento da Universidade Católica Portuguesa. José Ferreira Pinto preconizou uma recuperação exemplar, aprendeu com o fracasso e demandou o sucesso.

 

 

Crescimento e desenvolvimento: uma nova era

O filho José Pinto, presente na história da Procalçado desde os seus 25 anos, imbuído do espírito de inovação e com um olhar atento aos mercados, acompanhava o pai às feiras internacionais e, cada vez mais ambientado com a indústria, começa a acrescentar as suas próprias propostas e valor à empresa. Precisavam de novos desafios e respostas diferenciadas. Ousaram ir para além dos componentes, procurando produzir calçado, mas sem concorrer com os seus próprios clientes. A criatividade e o entusiasmo do filho aliados à experiência, dinâmica e capacidade de operacionalização do pai, pavimentaram um novo rumo com a experimerimentação e criação de protótipos, num primeiro momento, que deram origem à WOCK, em 2008 e, mais tarde, em 2013, à Lemon Jelly. A primeira vocacionada para o sector profissional, assegurando o bem-estar e conforto de quem trabalha e a segunda completamente direcionada para o segmento moda, assente na criatividade, inovação e tecnologia.

 

Unidade de produção

 

Hoje, a Procalçado é uma das empresas europeias líderes na indústria do calçado. O projeto começou com a For Ever, há quase 50 anos, produzindo solas para as maiores marcas europeias de calçado. Hoje, fabrica milhões de solas e componentes de calçado para marcas conceituadas de todo o mundo e exporta para dezenas de países, tendo no entanto, grande foco na Europa.

Destaque ainda para outras empresas lideradas por José Ferreira Pinto, nomeadamente, a Fundação For Ever, Pony Club do Porto, o Horto Jardim Silvestre, a Cinoger – Sociedade Imobiliária e a FE – Gestão de Investimentos.

You may also like...