A velocidade da resposta de qualidade como elemento diferenciador

Bernardo Estriga, CEO

Com dois escritórios em Portugal, no Porto e em Lisboa, mas enquanto parte de uma empresa com presença em 4 outros países europeus, a Alter Solutions é um negócio de sucesso especializado em consultoria de IT no panorama português e internacional. Estivemos à conversa com Bernardo Estriga, Chief Operating Officer, que nos deu a conhecer um pouco mais da empresa que tem como pilares da sua atuação os serviços de outsourcing, nearshore e turnkey projects.

Em 2020, conseguiram registar um crescimento de 25% do volume de negócios face a 2019, atingindo os 13 milhões de euros e 100 clientes ativos, nacionais e internacionais. Foi um ano positivo e desafiante?

Sim, acabou por ser um ano muito positivo e altamente desafiante, apesar do contexto pandémico, e 2021 será ainda melhor. Trabalhamos numa indústria madura, mas que carece de melhorias de adaptação ao trabalho remoto, quer em termos de material de trabalho, hardware e software, mas também na gestão realizada com as equipas. Tudo isso acelerou a transformação digital dentro da Alter Solutions, pelo que alterámos algumas das nossas ferramentas internas, para as transformarmos numa ajuda efetiva na gestão de recursos e negócios futuros. Temos de estar preparados para ciclos de venda mais prolongados, com a concorrência internacional, e para um processo de venda consultivo baseado em soluções.

O mercado internacional continua a ser uma das principais apostas de crescimento para a empresa, e determinante para dar continuidade ao vosso posicionamento?

O mercado português tem as suas limitações em termos de dimensão. Temos bons exemplos de clientes internacionais, como a Stellantis ou a Saint-Gobain, que são grandes empresas com muita relevância a nível internacional e constituem indicadores de que estamos num bom caminho, potenciado por pertencermos a um grupo com presença em cinco países europeus, com a abertura recente (setembro 2021) da nossa subsidiária na Polónia. Não esquecendo as recomendações de clientes, que trabalham connosco no mercado português e que também têm subsidiárias noutros países, às quais o nosso trabalho é recomendado, abrindo-nos assim mais portas para projetos noutras geografias.

 

Alterámos algumas das nossas ferramentas internas, para as transformarmos numa ajuda 

efetiva na gestão de recursos e negócios futuros

 

Em Portugal há cerca de cinco anos, contando com mais de 450 profissionais nos escritórios de Lisboa e Porto, oferecem serviços de outsourcing, nearshore e turnkey projects, correto?

Esses são efetivamente três grandes pilares da nossa atividade. No outsourcing, os projetos podem ter uma gestão quase exclusiva da parte do cliente, nos quais apenas disponibilizamos o conhecimento, ou então uma gestão de projetos mais partilhada, em que também as responsabilidades das decisões estratégicas são assumidas por nós. Por vezes, os planos acabam por nos permitir trabalhar com alguns clientes em mais do que um desses pilares. No que diz respeito ao nearshore, esta é uma área em que apostamos muito e na qual sabemos que somos competitivos, quer em termos da elevada qualificação dos profissionais, quer na proximidade geográfica, e também ao nível da vantagem de termos time zones semelhantes às do centro da Europa. 

Quais as principais indústrias de atuação dos vossos clientes?

Temos já algum histórico no mercado português e trabalhamos com mais de 100 clientes dentro de várias áreas ou sectores da indústria: desde a banca e seguradoras, até aos transportes e logística, entre muitas outras. Somos capazes de nos adaptar àquilo que são os sectores de negócios dos nossos clientes, porque a tecnologia acaba por tocar todos de forma transversal. 

Quais as vossas principais áreas de trabalho, e como as encaram de forma a manterem-se como uma das melhores opções no mercado?

Trabalhamos, acima de tudo, com Web Development e Cibersegurança. É um orgulho e um desafio termos o privilégio de fazer parte de uma fase da história em que estas áreas se tornaram fulcrais, e ajudar a escrevê-la. Isto implica dotar os nossos colaboradores de ferramentas e recursos, para que sejam os primeiros a desenvolver-se enquanto profissionais. A rapidez de recrutamento sem nunca comprometer a qualidade é outra das fórmulas que temos para nos mantermos na vanguarda. Além disso, sabemos que temos que ser atrativos também no mercado internacional. Hoje conseguimos chegar onde há poucos anos não era tão fácil. 

 

Temos confiança na nossa capacidade de desenvolvimento 

das equipas

 

A crescente transformação digital das empresas e a necessidade de profissionais qualificados nas TI dão uma maior confiança para o futuro?

Sim. Sabemos que o mercado onde nos posicionamos é dinâmico, quer a nível nacional quer internacional. Temos confiança na nossa capacidade de desenvolvimento das equipas para contratarem de forma criteriosa, de modo a que nos diferenciemos pela qualidade que os nossos colaboradores colocam nas suas ações e nos seus projetos. Isso permite-nos ter um posicionamento diferenciado também perante a concorrência e, por conseguinte, melhorar ainda mais a perceção que os nossos atuais e futuros clientes têm da Alter Solutions.

You may also like...