Serpa: Património e tradição             

 

 

O presidente João Palma salienta o papel das gentes do concelho que fazem de Serpa uma terra ainda mais forte.

 

A distinção com o Prémio Autarquia do Ano, no projeto “Gente Saudável em Corpos Ativos”, resulta da promoção de uma vida mais ativa e saudável junto dos munícipes?

Para o Executivo da Câmara Municipal de Serpa o compromisso assumido com a faixa etária dos mais maduros, passa pela criação de atividades que promovam o envelhecimento ativo. Pretende-se que o exercício intelectual e físico, desenvolvido entre pares, contribuam para retardar problemas de saúde, evitando o isolamento social. São muitos os que se inscreveram na Academia Sénior e nas Oficinas Seniores que têm lugar nas diversas freguesias do concelho de Serpa, optando por um percurso de atividade e de aprendizagem, de partilha e de crescimento pessoal. A Academia Sénior de Serpa, fundada em 2009, pretende ser uma resposta social e cultural ao envelhecimento da população. Em 2017 iniciou-se o processo de alargamento da mesma às freguesias, com o objetivo de promover o envelhecimento ativo, proporcionando oportunidades para a troca de experiências, para a participação nas atividades sociais e culturais, para o ensino, para a formação ou para o convívio. Paralelamente, a autarquia promove o programa Gente em Movimento, em todas as freguesias do concelho, dirigido também a esta faixa etária. Falamos de um programa de atividade física promovido pelo Município de Serpa, desenvolvido em parceria com as Uniões e Juntas de Freguesia, destinado à população sénior residente no concelho. Visa promover a ocupação saudável dos tempos livres, orientado para o desempenho de atividades desportivas, de animação e lazer, facilitando um envelhecimento saudável e participativo, potenciando a melhoria da sua qualidade de vida.

O Gente em Movimento divide-se atualmente em três modalidades: ginástica, hidroginástica e boccia sénior, sendo que na ginástica existem dois grupos, o “Ativo” e o “+Ativo”. As aulas do Programa decorrem de forma descentralizada, à exceção das aulas de hidroginástica que são lecionadas na Piscina Municipal Coberta, em Serpa.

 

“Cante nas Escolas” é um projeto promovido pela câmara de Serpa, em que é que consiste?

Em abril de 2009, o Município de Serpa implementou o ensino do Cante nas escolas do 1.º ciclo do ensino básico, em contexto escolar, com os alunos do 3.º e 4.º ano de escolaridade, com aulas semanais, ministradas por um formador especializado em Cante Alentejano. Para além do ensino efetua-se também, junto das famílias dos alunos e agentes locais, a recolha de modas tradicionais do concelho de Serpa e respetiva etnografia que lhe está associada.
O ensino nas escolas do 1.º ciclo do ensino básico do Cante Alentejano permite valorizar a cultura popular tradicional e incentivar os mais novos a dar continuidade ao Cante Alentejano, um dos objetivos também propostos no Plano de Salvaguarda do Cante promovido pelo Município. São exploradas modas do cancioneiro tradicional alentejano, respeitando as festividades cíclicas que caracterizam o concelho e a região. O projeto é uma ferramenta privilegiada de motivação para o ensino e aprendizagem do Cante, bem como para a revitalização e dignificação desta que é a mais marcante manifestação cultural da população alentejana. Fruto deste projeto, registou-se o aumento de jovens a integrarem Grupos Corais, bem como a constituição de novos grupos de jovens no concelho.

De destacar que o Projeto Cante nas Escolas está integrado no Plano Municipal de Combate ao Insucesso Escolar.

 

No ano passado foram concluídas as obras de reabilitação do mercado municipal. Como é que os munícipes têm reagido ao “novo mercado”?

Pensamos que a requalificação do Mercado Municipal, que teve como objetivo a melhoria das condições de funcionamento, criando novas funcionalidades, adequando o espaço às necessidades e exigências atuais e valorizando o seu papel como centro privilegiado de comércio de proximidade, de revitalização urbana e de promoção dos recursos locais de qualidade, valorizando também a sua vertente turística e o reforço da marca Serpa na promoção dos recursos locais de qualidade, foi apreciada por todos. Pelos que compram, pelos que vendem, mas também pelos visitantes que aí podem encontrar, além dos produtos frescos da época, a Loja do Queijo e a Loja do Vinho, onde estão à venda as melhores produções do concelho. Está ainda disponível no Mercado, o Centro Interpretativo do Queijo Serpa, um projeto da iniciativa do Município, totalmente dedicado a este produto, com materiais expositivos e informação multimédia.

Dentro das novas funcionalidades criadas com a intervenção, existe um espaço multiusos com cozinha, que permite realizar ações de dinamização e de sensibilização, nomeadamente oficinas de culinária, provas e degustações, iniciativas culturais, entre outras atividades.

O Mercado Municipal de Serpa integra o projeto Serpa – Mercados em Rede, no qual o Município pretende criar, revitalizar e dinamizar os seis mercados do concelho – Serpa, Brinches, Pias, Vila Nova de S. Bento, Vale de Vargo e Vila Verde de Ficalho – os quais vão estar todos em interligação, criando sinergias próprias e complementares no quadro da estratégia municipal para o desenvolvimento do concelho, na qual os recursos terra e o património se constituem como pilares estruturantes.

 

Para quem visita Serpa, quais os pontos de passagem obrigatórios?  E relativamente à gastronomia, que produtos destaca?

Serpa é sinónimo de patrimónios e de tradição. O Cante por exemplo é algo que não se pode perder, seja em eventos anuais de divulgação e promoção deste cantar polifónico, seja em ensaios dos Grupos Corais, muitos abertos ao público (mediante marcação). O Queijo Serpa é o produto mais emblemático do concelho, mas anda sempre “de braço dado” com o pão, o vinho ou os enchidos. A gastronomia típica, que pode ser degustada nos restaurantes no concelho, é composta por iguarias tradicionais que fazem crescer água na boca. Caldo de bacalhau ou de cação, açorda, gaspacho, ensopado de borrego, entre muitos outros pratos típicos.

Mas também a natureza e o património, são imagens de marca de Serpa. O Castelo de Serpa, local em que está instalado o Museu Municipal de Arqueologia, as muralhas, o aqueduto e a nora são também locais emblemáticos, a não perder.

 

Quais os maiores desafios com que se tem deparado no seu primeiro mandato?

Sendo este o meu primeiro mandato é um mandato de continuidade, em termos de opções e bases de trabalho.

A realidade do concelho, do país e do mundo, alterou-se nos dois últimos anos, tendo-se vivenciado uma estagnação económica e social decorrente da pandemia. Esta teve repercuções muito graves nas populações, sobretudo na faixa mais idosa, pelo isolamento e ausência de atividade, o que nos coloca agora desafios muito superiores aos que já sentíamos anteriormente. Torna-se necessário uma aproximação mais efetiva a estas populações e desenvolver atividades que lhes devolvam o gosto pelo sair de casa, passear e fazer atividades em conjunto. Por outro lado, é necessário retomar a atividade económica, que no nosso concelho está muito ligada às atividades agroindustriais e garantir que, por parte do município, toda a ajuda é prestada e que as atividades de promoção do concelho têm efetivamente impactos positivos na vida económica das empresas. Sem dúvida que outra das áreas importantes para o município é o estabelecimento de parcerias com as empresas e associações com vista à elaboração de candidaturas que nos permitam apresentar propostas ao Plano de Recuperação e Resiliência, dotando este território de infraestruturas e tecnologias que permitam fixar população.

Apesar de distante dos grandes centros de decisão, este concelho é resistente e resiliente. Preservamos, e fazemos gosto em preservar, as nossas tradições e cultura e estamos certos de que além de todos os patrimónios que temos, são as pessoas o que de melhor temos. O município está de braços abertos para quem aqui chegue, seja para visitar, seja para residir, trazendo saberes e tecnologia, mas sobretudo vontade para fazer esta SERPA TERRA FORTE, cada vez mais forte!